MASP

Flávio Cerqueira

Amnésia, 2015

  • Autor:
    Flávio Cerqueira
  • Dados biográficos:
    São Paulo, Brasil, 1983
  • Título:
    Amnésia
  • Data da obra:
    2015
  • Técnica:
    Látex sobre bronze
  • Dimensões:
    129 x 42 x 41 cm
  • Aquisição:
    Doação do artista, no contexto da exposição Histórias Afro-atlânticas, 2018
  • Designação:
    Escultura
  • Número de inventário:
    MASP.10800
  • Créditos da fotografia:
    MASP

TEXTOS



Em Amnésia, Flávio Cerqueira representa uma criança negra de braços erguidos, segurando um balde de tinta branca que despeja sobre sua cabeça; a tinta escorre sobre seu corpo, contudo, não se impregna nele. A obra faz referência ao branqueamento das populações negras no Brasil, uma história em que as imigrações europeias a partir do século 19 tinham também a perversa função de tornar menos negra a população. Um dos focos da obra é a lata de tinta que se apresenta quase vazia. Seria possível interpretá‑ la, portanto, como uma espécie de esgotamento de tal processo de branqueamento. A escultura em bronze — um dos mais nobres e robustos dos materiais, associado de fato à escultura tradicional e hoje pouco utilizado na arte contemporânea, sobretudo com conteúdos mais políticos — parece ter sido feita como um antídoto contra o esquecimento dessas histórias para as quais devemos estar sempre atentos, daí seu caráter simbólico e materialmente robusto.

— Adriano Pedrosa, diretor artístico, e Tomás Toledo, curador-chefe, MASP, 2020


Fonte: Adriano Pedrosa (org.), MASP de bolso, São Paulo: MASP, 2020.



Pesquise
no Acervo

Filtre sua busca