MASP

Agostinho Batista de Freitas

Edifício São Tomás e Edifício Itália, 1975

  • Autor:
    Agostinho Batista de Freitas
  • Dados biográficos:
    Paulínea, São Paulo, Brasil, 1927-São Paulo, Brasil, 1997
  • Título:
    Edifício São Tomás e Edifício Itália
  • Data da obra:
    1975
  • Técnica:
    Óleo sobre tela
  • Dimensões:
    68 x 44,5 cm
  • Aquisição:
    Doação Rafael Moraes, 2016
  • Designação:
    Pintura
  • Número de inventário:
    MASP.01640
  • Créditos da fotografia:
    MASP

TEXTOS



Pintor autodidata e eletricista de profissão, Agostinho Batista de Freitas trabalhou no campo até os onze anos, quando veio para São Paulo. No começo da década de 1950, enquanto vendia seus desenhos no centro da cidade, conheceu o então diretor do MASP, Pietro Maria Bardi (1900‑1999), que mais tarde escreveu vários textos sobre o artista. Na ocasião, Bardi encomendou‑lhe uma tela que retratasse a cidade desde o alto do edifício do Banco do Estado de São Paulo (Banespa). Suas vistas paulistanas são numerosas e bastante conhecidas, como as do Museu do Ipiranga, do Teatro Municipal, da Catedral da Sé e do Edifício Itália. Ao longo dos anos, fez diversas pinturas do MASP na avenida Paulista, de diferentes ângulos, e uma delas, MASP, pertence à coleção do museu. Também pintou cenas rurais, favelas e festas populares. Fez sua primeira exposição individual no MASP, em 1952. Batista de Freitas participou da 33ª Bienal de Veneza (1966), representando o Brasil ao lado de artistas já renomados na época, como Arthur Luiz Piza e Sérgio Camargo (1930‑1990).

— Equipe curatorial MASP, 2015


Fonte: Adriano Pedrosa e Olivia Ardui (org.), MASP de bolso com a TATE, São Paulo: MASP, 2018.



Pesquise
no Acervo

Filtre sua busca