MASP

Panfilo Nuvolone

Natureza-morta, 1920

  • Autor:
    Panfilo Nuvolone
  • Dados biográficos:
    Cremona, Itália, 1584-Milão, Itália ,1651
  • Título:
    Natureza-morta
  • Data da obra:
    1920
  • Técnica:
    Óleo sobre madeira
  • Dimensões:
    50,5 x 59,5 x 1,5 cm
  • Aquisição:
    Doação Hermínio Lunardelli, 1976
  • Designação:
    Pintura
  • Número de inventário:
    MASP.00683
  • Créditos da fotografia:
    João Musa

TEXTOS



Segundo P. M. Bardi, em carta ao Sr. Erminio Lunardelli, de 5/11/1976, a obra do Masp – Natureza-Morta – poderia ser o pendant de “uma pintura que por volta de 1960 pertencia a uma conhecida casa de antiguidade de Viena e a atribuição a Nuvolone foi possível devido à presença de uma assinatura muito clara. Já em Viena a pintura revela uma qualidade sem comparação mais elevada do que a dos temas religiosos executados pelo próprio Nuvolone”. “Portanto a atribuição a Nuvolone é completamente certa, independente da assinatura. A respeito desta última (...) É provável que possa ser interpretada “panphilus nvvolonus fecit 1620 (?).” A obra a que se referia Bardi é certamente a Natureza-Morta publicada por De Logu (1962, p. 163, fig. 11), então na Galeria Sanct Lucas, de Viena, assinada e datada: “panphilvs nvvolonvs cre[mon]a 1617”. A obra é em todos os sentidos similar à do Masp, inclusive pela utilização da mesma fruteira e, malgrado se desconheçam suas medidas, poderia efetivamente ser considerada como um pendant do quadro do Masp, infelizmente em mau estado de conservação. Uma outra obra publicada por De Logu (1931, p. 163, fig. 288), então na coleção Dubini, de Milão, e sucessivamente republicada por Volpe (1964, p. 30, fig. 9b) e por Morandotti, Natale (1989, I, p. 227, fig. 257), apresenta características extremamente similares à obra do Masp e poderia ser igualmente considerada um pendant, não fossem suas medidas bem menores do que as da obra do Masp. A hipótese de que a obra, outrora na Galeria Sanct Lucas, de Viena, seja realmente um pendant da do Masp é reforçada pelo fato de que Nuvolone pintou efetivamente pendants, documentados nos inventários da Galeria Sabauda de Turim.

— Autoria desconhecida, 1998


Fonte: Luiz Marques (org.), Catálogo do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, São Paulo: MASP, 1998. (reedição, 2008).



Pesquise
no Acervo

Filtre sua busca