MASP

Desconhecido (Pintor flamengo-napolitano

Paisagem com salteadores de estrada, 1680-1720

  • Autor:
    Desconhecido (Pintor flamengo-napolitano
  • Dados biográficos:
  • Título:
    Paisagem com salteadores de estrada
  • Data da obra:
    1680-1720
  • Técnica:
    Óleo sobre tela
  • Dimensões:
    116 x 95,2 x 2,5 cm
  • Aquisição:
    Doação Cid Castro Prado, 1948
  • Designação:
    Pintura
  • Número de inventário:
    MASP.00469
  • Créditos da fotografia:
    João Musa

TEXTOS



Nada se conhece sobre a proveniência da obra Paisagem com Salteadores de Estrada, doada ao Masp em 1948 com uma atribuição aproximativa a um “Seguidor de Salvatore Rosa” (Nápoles, 1615 – Roma, 1673). Por seu estilo, ao mesmo tempo naturalista e anedótico, tenebroso e popular, e por sua temática “pré-romântica”, a pintura é evidentemente originária do eixo Roma–Nápoles pelo qual transita Rosa, entre tantos pintores italianos, flamengos, holandeses e franceses, chamados bamboccianti, expressão derivada do pintor holandês Pieter van Laer, apelidado em Roma (onde reside entre 1625 e 1638) de Bamboccio, ou seja, Crianção, Fantoche, Boneco malfeito. O próprio Rosa foi influenciado por Laer em suas bambocciate e especialmente em um quadro como a Paisagem com Bandidos da coleção Lord Sackville, em Knole, na Grã-Bretanha. Mas a referência a Rosa, na tela do Masp, é demasiado remota, de vez que o pintor em questão é não apenas posterior a Rosa em ao menos meio século, como também apresenta uma marca mais insistente de contatos com a cultura ítalo-flamenga que se prolonga de resto intensamente pelo século XVIII. Com seu manejo virtuosístico da pincelada alla brava, com seus efeitos rompidos de lumeggiatura, no limite do expressionismo, com seu senso da paisagem cenograficamente ameaçadora, este pintor ainda anônimo é um mestre dotado de uma linguagem pessoal e suscetível de uma precisa identificação ulterior.

— Autoria desconhecida, 1998


Fonte: Luiz Marques (org.), Catálogo do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, São Paulo: MASP, 1998. (reedição, 2008).



Pesquise
no Acervo

Filtre sua busca