MASP

Jean-Baptiste Debret

Paisagem da baía do Rio de Janeiro e Igreja da Glória, Sem data

  • Autor:
    Jean-Baptiste Debret
  • Dados biográficos:
    Paris, França, 1768 - Paris, França ,1848
  • Título:
    Paisagem da baía do Rio de Janeiro e Igreja da Glória
  • Data da obra:
    Sem data
  • Técnica:
    Aquarela sobre papel
  • Dimensões:
    33,3 x 43 cm
  • Aquisição:
    Doação Yan de Almeida Prado, 1981
  • Designação:
    Desenho
  • Número de inventário:
    MASP.04826
  • Créditos da fotografia:

TEXTOS



Os dois títulos da tela Índio Atravessando um Riacho (O Caçador de Escravos) e a atribuição são provavelmente recentes. O estilo e a qualidade da obra militam a favor da atribuição a Debret, contra a qual, de qualquer modo, não foram apresentadas objeções de monta. Uma comparação com uma obra segura de Debret, por vários motivos similares à do Masp, como a Visita a uma Fazenda em Santa Cruz, de 1831 (coleção Bulhões de Carvalho, Rio de Janeiro), reforça resolutamente a atribuição e oferece uma referência cronológica a partir da qual é possível datar a obra do Masp. Embora já do terceiro decênio do século, a obra reelabora um receituário paisagístico típico da situação figurativa do tardio Setecentos. A cascata prateada, os jogos de luz sobre as rochas de formatos convencionalmente pitorescos, o “frescor” estudado do verde etc. são reminiscências da paisagística de um Lallemand (1710-1803) ou de um Pillement (1728-1808), embora sem a graça e a cumplicidade entre cultura e natureza que fizeram o charme dos petits maîtres do século XVIII francês.

— Autoria desconhecida, 1998


Fonte: Luiz Marques (org.), Catálogo do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, São Paulo: MASP, 1998. (reedição, 2008).



Pesquise
no Acervo

Filtre sua busca