MASP

EvaMarie Lindahl | Ditte Ejlerskov Viken

Sobre: as páginas brancas, 2014-19

  • Autor:
    EvaMarie Lindahl | Ditte Ejlerskov Viken
  • Dados biográficos:
    Viken, Suécia, 1976 | Frederikshavn, Dinamarca, 1982
  • Título:
    Sobre: as páginas brancas
  • Data da obra:
    2014-19
  • Técnica:
    200 livros e cartaz em impressão digital sobre papel
  • Dimensões:
    dimensões variáveis
  • Aquisição:
    Doação das artistas, no contexto da exposição Histórias das mulheres, histórias feministas , 2019
  • Designação:
    Instalação
  • Número de inventário:
    MASP.10979
  • Créditos da fotografia:
    Eduardo Ortega

TEXTOS



A partir da constatação de um persistente apagamento de mulheres artistas das narrativas hegemônicas da história da arte, EvaMarie Lindahl e Ditte Ejlerskov propuseram uma intervenção em um dos veículos de legitimação da disciplina: os livros de história da arte. Tomando como referência a série de livros Basic Art [Arte básica] da editora Taschen, especializada em livros de cultura visual, Lindahl e Ejlerskov efetuaram um levantamento da porcentagem de nomes de mulheres e homens que integram essa série. Em 2014, ano da primeira versão do trabalho About: The Blank Pages [Sobre: as páginas brancas], dos 97 nomes de artistas publicados pela editora, apenas 5 eram de mulheres. A fim de evidenciar essa discrepância, a dupla realizou uma extensa pesquisa e levantou 100 nomes de artistas mulheres que preenchem todos os pré‑requisitos estabelecidos pela editora para integrar a série, sendo eles, principalmente, participação em exposições de museus e representação em importantes coleções. Essa lista foi enviada a Taschen com uma carta que questiona os motivos dessa exclusão — até então nunca respondida pela editora. O projeto About: The Blank Pages consiste na realização de 100 novas capas, que replicam o design da série, para os livros dessas artistas. Esses livros são apresentados em estantes similares as de livrarias, em meio a outros livros publicados pela Taschen. Porém, o conteúdo desses “novos” livros está em branco, materializando a ausência dessas histórias, ainda a serem escritas e publicadas. Ainda que com produções autorais independentes, tendo como tópicos centrais questões de gênero e feminismos, EvaMarie Lindahl e Ditte Ejlerskov questionam os protagonistas e as metodologias das narrativas tidas como oficiais.

— Talita Trizoli, pós‑doutoranda, IEB‑USP, onde estuda crítica de arte e mulheres no Brasil, 2019


Fonte: Adriano Pedrosa, Isabella Rjeille e Mariana Leme (orgs.), Histórias das mulheres, Histórias feministas, São Paulo: MASP, 2019.



Pesquise
no Acervo

Filtre sua busca