MASP

Mathilde Rosier: corpo e campo

21.8-5.11.2020

Mathilde Rosier (Paris, França, 1973) constrói, através de sua obra, narrativas que evocam a presença de corpos dançantes e de situações oníricas e metafísicas, e que levam o espectador a confrontar a perda de sentido do espaço e do tempo. Para a exposição no MASP, ela investiga os bailes coletivos em sociedades rurais de épocas e áreas geográficas diversas. A artista tem interesse nos ritos e rituais em que os participantes utilizam a dança para perder a noção de si mesmos, em busca de momentos de transe e da leveza do ser.

CURADORIA Maria Inés Rodríguez, curadora-adjunta de arte moderna e contemporânea, MASP.

Outras exposições

Exposição

Acervo em transformação

2.1-29.3.2020
Exposição

Leonor Antunes: vazios, intervalos e juntas

13.12.2019-12.4.2020
Exposição

Gego: a linha emancipada

13.12.2019-1.3.2020
Exposição

Anna Bella Geiger: Brasil nativo / Brasil alienígena

29.11.2019-1.3.2020
Exposição

sala de vídeo: Laure Prouvost

29.11.2019-26.1.2020