MASP

Sala de vídeo: Laura Huertas Millán

14.6-11.8.2019

Laura Huertas Millán (Bogotá, Colômbia, 1983) é uma artista e cineasta franco-colombiana que, através de seu trabalho, explora temas como a etnografia, o exotismo, a história política, a ecologia e a ficção científica. Seus filmes têm participado das seleções oficiais do Festival de Cinema de Toronto, Locarno, Paris (Cinéma du Réel), Turim, Cartagena, Havana, Cidade do México (FICUNAM), além do Brasil (VideoBrasil) e de Portugal (Curtas Vila do Conde), entre outros.

Nos últimos anos, Huertas Millán dedicou sua atenção ao desenvolvimento de uma série de filmes articulados como “ficções etnográficas”, gênero no qual a etnografia, por meio da imagem, conjuga diversas formas de observação, análise, representação e interpretação da realidade a fim de criar novas narrativas. La libertad [“A liberdade”], 2016, filme que se inscreve nesse registro, apresenta um retrato coletivo da família Navarro. Artesãos do tear de cintura na comunidade de Santo Tomás Jalieza, região mexicana de Oaxaca, os Navarro, como muitas outras famílias da localidade, são herdeiros e fiadores da preservação de uma técnica têxtil pré­‑hispânica mesoamericana. A câmara conduz o espectador de maneira paciente, lenta e observadora, através da vida cotidiana, doméstica e laboral de cada um dos personagens. Os Navarro compartilham suas ideias sobre trabalho, casamento, dinheiro, e com frequência fazem referência à liberdade. O que é, o que representa, como se manifesta e de que forma se alcança a liberdade nesta pequena comunidade de tecelões? Por meio de seus testemunhos, percebemos que não se trata de um conceito abstrato, e sim do resultado de um conjunto de decisões, atos e afetos, nos quais o trabalho manual e criativo tem papel fundamental. La libertad de Huertas Millán não pretende ilustrar ou traduzir, e sim explorar diversas possibilidades semânticas por meio de imagens e relatos que permitam criar novas formas de conhecimento e de representação da realidade.

Ao longo de 2019, os vídeos aqui apresentados integram o ciclo de Histórias das mulheres, histórias feministas do MASP. O programa destaca a produção de mulheres artistas, de diferentes nacionalidades, gerações e origens, com o objetivo de promover discussões sobre feminismos e representatividade no campo das artes.

CURADORIA Maria Inés Rodriguez, curadora-adjunta de arte moderna e contemporânea, MASP

Outras exposições

Exposição

Histórias das mulheres: artistas até 1900

23.8-17.11.2019
Exposição

Histórias feministas: artistas depois de 2000

23.8-17.11.2019
Exposição

Sala de vídeo: Anna Maria Maiolino

23.8-27.10.2019
Exposição

Acervo em transformação: Museum of Contemporary Art Chicago no MASP

5.4-30.12.2019