MASP

Gego: a linha emancipada

Organizadores:

Adriano Pedrosa


Autores:

Geaninne Gutiérrez-Guimarães; Julieta González; Luis Pérez-Oramas; Mari Carmen Ramírez; Michael Wellen; Mónica Amor; Pablo Léon de la Barra; Sean Nesselrode Moncada; Tanya Barson; Vered Engelhard


Capa dura, 17,1x25,3x2,8cm, 360p, português, MASP, 2019


R$149


ISBN 978-85-310-0078-2


<em>Gego: a linha emancipada</em> acompanha a exposição homônima dedicada à pioneira artista venezuelana realizada no Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, co-organizada com o Museo Jumex, na Cidade do México, o Museu d'Art Contemporani de Barcelona e a Tate Modern, em Londres. Trabalhando em escultura, instalação, desenho, gravura e livros de artista, Gego (Hamburgo, Alemanha, 1912 - Caracas, Venezuela, 1994) desenvolve seu trabalho em contraponto às práticas europeias da abstração geométrica do pós-guerra. Suas obras desestabilizam a fria e sisuda objetividade construtiva e concreta, ao explorar percursos de caos e fragmentação, ordem e desordem, dinamismo e crescimento, rizomáticos e em mutação, por meio de complexos sistemas, repletos, a um só tempo, de delicadeza e potência. Este volume ricamente ilustrado reproduz todas as obras da exposição, incluindo exemplos de suas séries mais importantes - Líneas paralelas, Reticuláreas, Redes, Mallas, Chorros, Dibujos sin papel, Bichitos, Tejeduras, Cuerdas, Troncos e Esferas. Inclui também textos inéditos dos curadores da exposição - Julieta Gonzáles, Pablo Léon de la Barra e Tanya Barson - bem como de Geaninne Gutiérrez-Guimarães, Luis Pérez-Oramas, Mari Carmen Ramírez, Michael Wellen, Mónica Amor, Sean Nesselrode Moncada e Vered Engelhard.