MASP

Resposta de mulheres 2.0

Horário
19h-22h
Duração do Módulo
5-27.9.2019
(5 aulas)
Investimento

5x R$104,00*
5x R$88,40*
*valores parcelado apenas em cartão

Coordenação

Patrícia Mourão 

Em 1975, a convite de um canal de televisão, a cineasta Agnés Varda perguntou a algumas mulheres: “O que é uma mulher?”. Partindo dessa pequena proposição, iremos abordar as diferentes respostas de artistas e cineastas à representação dos lugares do feminino no imaginário, na arte e na história do cinema. Este curso desdobra e expande outro ministrado em 2016 sobre o mesmo tema, adicionando tópicos e questões e direcionando a atenção para uma produção mais recente. 

Planos de aulas

Aula 1 - 5.9.2019 - Dizem que somos “recatadas e do lar”
“Assunto de mulher”, “coisa de menina”, “papo feminino”. Das mulheres espera-se, com frequência, que abordem o universo íntimo e privado. Veremos a produção de mulheres que assumiram o risco de se colocar no front da história e da política contemporânea, aventurando-se em zonas de guerra e de conflito.   
Artistas: Jumana Manna, Maja Borg, Laura Poitras, Susan Meiselas.

Aula 2 - 12.9.2019 - Dizem que não somos daqui ou não deveríamos estar aqui
As que não pertencem nem querem pertencer à norma: homossexuais, prostitutas. 
Artistas: Terre Thaemlitz, Jiwon Choi, Annette Kennerley, Bette Gordon. 

Aula 3 - 19.9.2019 - Dizem que somos diferentes
A desconstrução dos padrões de beleza – brancos, magros – historicamente afirmados e naturalizados. 
Artistas: Virginie Despentes, Akosua Adonis, Lauren Kelley, Cauleen Smith.

Aula 4 - 26.9.2019 - Dizem que somos “boas meninas” 1
Nem dócil, nem educadas, tampouco pacíficas: mulheres que se rebelam, pegam em armas, fazem justiça com as próprias mãos; justiceiras, amazonas, guerrilheiras.
Artistas: Valentine Saint Point, Valie Export, Lizzie Borden, Hito Steyerl.

Aula 5 - 27.9.2019 - Dizem que somos “boas meninas” 2 
Nem dócil, nem educadas, tampouco pacíficas: mulheres que se rebelam, pegam em armas, fazem justiça com as próprias mãos; justiceiras, amazonas, guerrilheiras.
Artistas: Safi Faye, Waniri Kaihu e Juliana Antunes.

Coordenação

Patrícia Mourão  é pós-doutoranda em Artes Visuais e doutora em cinema, com bolsa-sanduíche na Columbia University, pela Universidade de São Paulo (USP). Atua como professora, programadora de cinema e crítica. Em 2018, foi a programadora convidada do Doc’s Kingdom, seminário internacional de cinema documental, em Portugal. Desde 2016, programa a sessão de filmes de artista na Semana dos Realizadores, no Rio de Janeiro. Entre as mostras de cinema que programou, estão Andrea Tonacci (Cinèma du Réel, 2017); Visões da Vanguarda (CCBB, 2016), Cinema Estrutural (Caixa Cultural, 2015), Jonas Mekas (CCBB, 2013), O cinema de Naomi Kawase (CCBB, 2011) e Harun Farocki: por uma politização do olhar (Cinemateca Brasileira, 2010). No último ano, tem colaborado com o site da revista Zum. 

Conferencistas