MASP

Conjura e amor - danças imaginadas na afro-diáspora

ONLINE
24.10.2020 | SÁBADO
14h
ao vivo pelo Instagram @masp
As danças que emergem da diáspora negra ativam sensos sobre a realidade muito caros ao século 21. São movimentos em fluxo com a ancestralidade, com a história e com os desafios da contemporaneidade. Suas dimensões políticas e éticas apresentam quebras de paradigmas e propõem deslocamentos que interrogam as ordens perversas do mundo. Nesta palestra, Luciane Ramos-Silva refletirá sobre suas produções estéticas e os caminhos para a quebra, a cura e o encantamento através da abordagem dos atos criativos de um conjunto de artistas. Ao tecer diálogos entre diferentes discursos artísticos e modos de investigação, percebem-se aterramentos e pulsos de vida reveladores de imaginações e projeções do hoje no futuro.

Ao vivo pelo Instagram @masp

PALESTRANTE

Luciane Ramos-Silva é artista da dança, antropóloga e educadora. Doutora em artes da cena e mestre em antropologia pela Universidade Estadual de Campinas. Tem especialização em diáspora africana pelo David C. Driskell Center - University of Maryland. Nos últimos dez anos desenvolveu danças, parcerias e projetos na interface entre corpo, cultura e colonialidade, aprofundando as relações sul-sul entre o Brasil e contextos da África do Oeste. Compôs a equipe de curadoras das ações formativas da Bienal Sesc de Dança 2019 e curou a mostra de dança Insubmissas em 2018. É gestora do Acervo África, espaço de pesquisa sobre cultura material africana e co-dirige a revista O Menelick 2Ato, revista independente sobre arte e diáspora negra. Compõe a Anikaya Dance Theater, companhia de dança sediada em Boston.

Programação

Conjura e amor - danças imaginadas na afro-diáspora
Data e Horário: ONLINE 24.10.2020 | SÁBADO 14h ao vivo pelo Instagram @masp

Vídeos