MASP

Masp conversas

MASP Conversas é um programa que organiza debates públicos entre artistas e coletivos participantes de algumas das exposições do museu, juntamente com seus curadores. Processos criativos, temáticas dos trabalhos em exibição e elaborações curatoriais para as mostras são algumas das abordagens possíveis nestes encontros. Como parte dos programas públicos, o MASP Conversas complementa as palestras e os seminários, sempre relativos aos ciclos curatoriais do museu.

Anteriores

2022

FALA DA TERRA

20.9.2022
TERÇA, ÀS 19H

Em uma década de trabalho juntos, Bárbara Wagner e Benjamin de Burca vêm produzindo filmes e vídeo-instalações em diálogo com outros artistas ligados ao som e à cena. A dupla desenvolveu um método de pesquisa a partir da investigação e observação documental, mas construindo a direção, o roteiro, os figurinos e as trilhas sonoras em colaboração com os protagonistas de cada projeto.

No vídeo Fala da Terra (2022), em exibição no MASP até dia 13.11.22, eles trabalharam com o Coletivo Banzeiros. Em referência às proposições radicais dos dramaturgos Augusto Boal (1931-2009) e Bertolt Brecht (1898-1956), os espectadores são envolvidos em um processo de escuta e conscientização política.

O diálogo entre a dupla Wagner e de Burca e representantes do Coletivo Banzeiros é um convite para pensar sobre o método de trabalho dos artistas, o lugar do teatro e da arte nos movimentos por direito à terra, e como se deu o processo do filme Fala da terra.

A conversa será transmitida pelo canal do MASP no YouTube.

convidados

Bárbara Wagner (Brasilia, 1980) e Benjamin de Burca (Munique, Alemanha, 1975) trabalham em colaboração desde 2011. Realizaram exposições individuais e participaram de diversas mostras, bienais e festivais de cinema em vários países. Em 2019 representaram o Brasil na 58ª Bienal de Veneza. Em 2022 inauguraram a exposição Five times Brazil [Cinco vezes Brasil], mostra individual dos artistas no New Museum (Nova York).

O Coletivo Banzeiros é um grupo de teatro do Pará, formado por artistas-militantes membros do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). O grupo atua na área da educação e militância política a partir da encenação de peças teatrais. Seus membros vivem e trabalham entre as zonas rural e urbana de Marabá e Parauapebas, no sudeste do Estado do Pará.

2018

MELVIN EDWARDS

25.8.2018
11H
ATIVIDADE GRATUITA

No dia 25 de agosto, em decorrência de sua vinda a São Paulo, Edwards participará de um bate- papo no auditório do Museu Afro Brasil. O evento, que ocorre das 11h às 13h, terá mediação de Rodrigo Moura. O Museu Afro Brasil é a instituição que mantém em exposição o trabalho do artista no país e por isso o espaço é simbólico para receber o debate. Na atividade, serão abordados temas relacionados à sua trajetória, seu processo de produção artística, a recepção de sua obra e os impactos da exposição do seu trabalho no Brasil. O evento é gratuito e aberto ao público e terá tradução simultânea e em libras.

Ingressos devem ser retirados com duas horas de antecedência.

Atividade gratuita