MASP

HISTÓRIAS
DA ARTE

Os cursos de Histórias da arte são semestrais. O módulo conta com três programas diferentes de aulas, independentes e complementares. Juntos, os três cursos cobrem um arco histórico que se estende do século 14 ao 21.
Em comum, eles compartilham o estudo de histórias abertas, plurais e diversas, que englobam uma multiplicidade de territórios, períodos, linguagens e discursos. Por isso o módulo tem como nome “histórias” e não “história” da arte.
Com média de dezesseis aulas, cada curso é ministrado por um professor especializado, que, por sua vez, convida outros especialistas para proferir conferências ao longo do semestre. Um formato que garante, ao mesmo tempo, o aprofundamento de temas específicos e a pluralidade de vozes.
Dessa forma, os interessados têm acesso a um panorama mais abrangente de abordagens e métodos de crítica, mediação e interpretação da produção artística, sempre em diálogo com obras da coleção do MASP.
As próximas edições dos cursos de Histórias da arte tem início em março e agosto de 2020.

Paul Gauguin, 'Pobre pescador', 1896, acervo MASP; Iorubá, 'Exu', Sem data, acervo MASP

Histórias da arte: moderna e contemporânea

curso adiado

O curso tem por objeto a produção artística da segunda metade do século 19 até os dias atuais. Longe da exposição de uma história da arte linear e homogênea, propõe-se aqui abordar os artistas e suas obras à luz de determinado número de questões, de ordem formal, mas também filosófica e social, relevantes a seus contextos.

Eugène Delacroix, 'O verão - Diana surpreendida por Acteão', 1856 - 1863, acervo MASP; Vincent van Gogh, 'O escolar (O filho do carteiro - Gamin au Képi)', 1888, acervo MASP

Histórias da arte: arte do século 19 – de David a Van Gogh

curso adiado

O curso pretende apresentar e discutir as manifestações artísticas do mundo ocidental ao longo do século 19, desde a Revolução Francesa, na obra de Jacques-Louis David, até o início da arte moderna.

Rafael, 'Ressurreição de Cristo', 1499 - 1502, acervo MASP; Hieronymus Bosch, 'As tentações de santo Antão', circa 1500, acervo MASP

Histórias da arte: O Renascimento de Giotto a Tintoretto

curso adiado

O curso oferece uma visão panorâmica dos principais artistas, obras e inovações que compuseram os trezentos anos do Renascimento italiano, período cuja potência nos campos artístico e intelectual ressoa até hoje. Dos fundamentais Cimabue e Giotto à dramaticidade de Tintoretto, o trajeto contempla nomes fundamentais do período, como Botticelli, Leonardo da Vinci, Rafael, Ticiano e Michelangelo. Com apoio sempre que possível do acervo do MASP, o curso procura compartilhar categorias e etapas de observação que facilitem a fruição de obras do período.

Anteriores