MASP

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

@masp
Mesmo com a retomada gradual das atividades presenciais, o MASP continua investindo em sua programação online. Grande parte das ações que foram criadas ou migraram para as mídias sociais do museu no período em que a instituição esteve fechada deve continuar. 

MASP [DESENHOS] EM CASA 
O desafio no Instagram convida adultos e crianças a reinterpretar obras marcantes do acervo do museu. São considerados trabalhos feitos sobre papel ou cartão. Posteriormente, serão selecionados alguns desses desenhos e os autores recebem um Amigo MASP. 

DIÁLOGOS NO ACERVO
No projeto, seguidores são apresentados a obras da coleção do museu por meio de elementos que compõem cada trabalho, como biografia da(o) artista, técnica e contexto histórico.

LIVES COM CONVIDADOS
Conversas entre curadores do MASP e convidados nas quais se apresentam e exploram temas relacionados aos eixos temáticos do MASP, assim como exposições, trajetórias de artistas ou obras específicas. 

DIÁLOGOS PLURAIS
Bate-papo com convidados sobre assuntos ligados à pluralidade e à diversidade nos museus e nas artes visuais. 

PALESTRAS
Encontros sobre temas relacionados aos eixos temáticos do museu. Em 2020, o ciclo que pauta a programação do MASP é o das histórias da dança

SEMINÁRIOS
Com a presença de teóricos, curadores, artistas e pesquisadores de diferentes áreas, temas e perspectivas, os seminários antecipam o programa de determinado ciclo temático do MASP. 

MASP PROFESSORES (conferência)
Trata-se de um programa de encontros sobre arte, educação e esfera pública voltada para formação de educadores e interessados em geral; as conferências, que encerram os cursos, são abertas ao público.

MASP ESCOLA
Com professores especializados nos mais diversos campos da arte e da cultura, visita às exposições temporárias e à mostra de longa duração do acervo do museu, cursos presenciais, que no momento migraram para o ambiente digital, apresentam um amplo recorte da coleção do MASP. Contam também com temas transdisciplinares, introduzidos a cada novo ciclo expositivo.

CONCERTOS OSESP MASP
O objetivo da série é estabelecer diálogos entre a arte e a música; cada apresentação é comentada por um especialista que faz conexões entre obras do acervo do MASP e as composições musicais executadas por músicos da Osesp. 

O museu ainda desenvolve, em suas mídias sociais, diferentes tipos de posts para complementar esse conteúdo digital, são as séries: TBT, MASP novas leituras, MASP Escola: professores, novas obras do acervo, reposts de visitantes, além dos Detalhes do acervo, ação nos Stories do Instagram que depois torna-se fixa nos botões de destaque. 
 
O MASP tem também um aplicativo gratuito, o MASP Áudios. Disponível para download na App Store e Google Play, reúne mais de 150 comentários curtos feitos por curadores, artistas, professores, pesquisadores e crianças sobre as obras mais emblemáticas do acervo. 

Todos os vídeos serão disponibilizados no IGTV e no canal do museu no YouTube posteriormente. 
 
Acesse o Instagram do museu e confira todas as outras ações. 

ACOMPANHE AS AÇÕES DIGITAIS DA SEMANA 
“Venha dançar” – convidou a natureza gentilmente (2019-2020), de Hulda Guzmán, é a primeira escolha de 2021 para o desafio masp desenhos em casa. Tanto adultos quanto crianças podem participar: basta fazer a própria versão da obra e publicar no Instagram marcando o @masp e utilizando a #maspdesenhosemcasa até as 23h59 de domingo, 17.1. Na segunda, 18.1, o museu irá selecionar alguns desenhos na mesma rede social. Os autores receberão um Amigo MASP, que dá direito a frequentar o museu gratuitamente por um ano.

Neste trabalho, a artista apresenta um amplo panorama de uma clareira em uma exuberante floresta atravessada por um rio na qual um grupo de pessoas dançam, alguns se banham, outros se beijam, em uma atmosfera hedonista. A escala reduzida dos personagens nessa selva, e a pincelada vibrante e pontilhista que a artista emprega para evocar diferentes camadas e texturas de vegetação, sugerem que não somente os humanos dançam mas que eles estão em sintonia e simbiose com a animação e dinamismo da natureza – na qual tudo está interconectado e em constante movimento.

A pintura também será tema do Diálogos no acervo na quarta, 13.1, às 16h. O projeto apresenta, por meio de encontros virtuais no Instagram, obras do acervo do museu abordando elementos como biografia do artista, contexto histórico e técnica. Participam desta edição Guilherme Giufrida, assistente curatorial, comunicação e marketing no MASP, e Laura Cosendey, assistente curatorial, mediação e programas públicos no museu.