MASP

O contemporâneo nas obras do Museum of Contemporary Art Chicago

Horário
19h-22h
Duração do Módulo
22.7, 23.7, 24.7, 25.7, 26.7.2019
(5 aulas)
Investimento
5x R$76,00

Amigo MASP

5x R$64,60

*valores parcelados no cartão de crédito
Professores
Felipe Martinez 
Dividido em cinco encontros, o curso apresenta um panorama da produção artística das décadas finais do século 20 e iniciais do século 21, com base nas obras do Museum of Contemporary Art Chicago (MCA) presentes até 30.12.2019 na exposição Acervo em transformação, mostra de longa duração do MASP, graças ao intercâmbio entre os museus.

Nas aulas, serão abordados os principais movimentos artísticos pós-Segunda Guerra, período em que emerge uma sociedade de consumo de massas, ancorada na indústria e na publicidade. Nesse contexto, surge a pop art – representada no acervo do MCA pelas obras de Andy Warhol e Robert Rauschenberg. 

Ecoando as práticas de Marcel Duchamp, esses artistas se distanciavam da postura artística dos grandes nomes do expressionismo abstrato americano, como Jackson Pollock e Mark Rothko. Assim, partindo da experiência da pop art, o curso abordará a produção artística das décadas de 1960 e 70 e dos anos do neoliberalismo de Ronald Reagan e Margareth Thatcher, de modo a investigar os pontos de ruptura e continuidade entre a arte do início do século e os rumos da produção contemporânea. As discussões serão orientadas por textos de autores como Hal Foster, Arthur Danto e Nancy Fraser, e tratarão de artistas como Marlene Dumas, Kerry James Marshall, Cindy Sherman e Christina Ramberg.
 

Planos de aulas

Aula 1 – 22.7.2019
Arte Contemporânea no MCA

Apresentação da coleção do Museum of Contemporary Art (MCA) Chicago. O que quer dizer arte contemporânea? Pontos de contato e ruptura entre a arte produzida na primeira e na segunda metade do século 20. Breve comentário sobre trabalhos de Wifredo Lam e Magritte.

Aula 2 – 23.7.2019
Pop art nos Estados Unidos

Pop art e expressionismo abstrato: mudanças na concepção de arte e artista no século 20. O mundo do pós-guerra, mudanças econômicas, políticas e culturais. Transferência do eixo artístico da Europa para os EUA. Obras de Andy Warhol e Robert Rauschenberg.
Visita ao Acervo em transformação

Aula 3 – 24.7.2019
Os caminhos da pop art

Caminhos apontados pela pop art e pelos movimentos pós-Duchamp. Panorama da produção artística do final do século 20: pós-modernismo, minimalismo, transvanguarda, nova figuração. Obras de Gladys Nilsson, Christina Ramberg e dos Chicago Imagists.

Aula 4 – 25.07.2019
Arte depois da Guerra Fria

Arte em tempos de neoliberalismo. A economia da arte, a importância crescente no mercado e a carreira artística institucionalizada. A centralidade dos Estados Unidos em um mundo multipolar. Obras de Cindy Sherman, Marwan e Sherrie Levine.
Acesso livre dos alunos ao Acervo em transformação

Aula 5 – 26.7.2019
Lutas identitárias e produção contemporânea 

A produção de arte contemporânea no século 21: os coletivos e a permanência do indivíduo-artista; as causas identitárias. Obras de Kerry James Marshall, Marlene Dumas e Miriam Cahn.
Visita ao Acervo em transformação
 

Coordenação

Felipe Martinez é dourotando em História da Arte pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Atua como professor nos principais museus de São Paulo, como o MASP e o MAM, e foi pesquisador visitante do Museu Van Gogh, em Amsterdã. Defendeu dissertação de mestrado sobre os quadros de Vincent van Gogh presentes no acervo do MASP, onde também trabalhou como pesquisador. Participou de publicações acadêmicas sobre o período impressionista e pós-impressionista, e colabora com a revista seLecT.

Conferencistas